quinta-feira, 30 de junho de 2011

Profissionais de Educação Física serão ouvidos por comissão da Lei Pelé

Publicada em: 30/6/2011 às 10h3m
Autor: Comunicação - CONFEF

 Profissionais de Educação Física cobraram participação efetiva na comissão criada pelo Ministério do Esporte para propor a regulamentação da chamada nova Lei Pelé, durante audiência pública promovida em 29 de junho pela Comissão de Turismo e Desporto da Câmara dos Deputados. A audiência foi proposta pelos deputados Otávio Leite (PSDB-RJ), André Figueiredo (PDT-CE), Romário (PSB-RJ), Flávia Morais (PDT-GO) e João Arruda (PMDB-PR), integrantes da Frente Parlamentar da Atividade Física para o Desenvolvimento Humano.

  Recentemente, a Lei Pelé foi alterada por projetos de lei e medidas provisórias aprovados pelo Congresso, especialmente a Medida Provisória 502/10, aprovada em fevereiro e sancionada em março pela presidente Dilma Rousseff. O Ministério do Esporte criou em maio uma comissão para propor a regulamentação da lei, mas os profissionais de Educação Física ainda não tinham sido envolvidos no processo. 

Mais no site:  http://www.confef.org.br/extra/noticias/conteudo.asp?id=452

FONTE: CONFEF



sexta-feira, 24 de junho de 2011

GIGANTES RENASCEM



Duas grandes marcas de esportes distintos. De um lado a franquia da NBA o Chicago Bulls, do outro o Santos Futebol Clube, um dos clubes de futebol mais vitorioso do mundo.
  As histórias desses dois times se assemelham em alguns aspectos.
  O Chicago Bulls, viveu sua época de ouro na década de 90, conquistando o tão cobiçado título da NBA por seis vezes, em 91,92,93,96,97 e 98. Teve como referência simplesmente o maior jogador de basquete de todos os tempos, Michael Jordan.     Depois de sua saída, nas temporadas de 93/94 e 94/95 os Bulls não foram mais os mesmos, a equipe não conseguiu repetir os feitos sem o grande astro.
  Já pelos lados do Santos, sua fase de ouro foi na década de 60, conquistando os   Bi-Campeonatos dos mundiais de 62 e 63, Bi-Campeonato da Libertadores de 62 e 63, mais 6 títulos Brasileiros 61, 62, 63, 64, 65 e 68. sua referência, foi só um cidadão chamado  Edson Arantes do  Nascimento, este usa o apelido Pelé. Pelé deixou o Santos em 1974, foi jogar nos Estados Unidos em uma franquia chamada, New York Cosmos que reuniu várias estrelas do futebol mundial.
  A partir daí, o Santos virou um time comum, se igualando aos demais grandes clubes do país e não teve o mesmo rendimento. Ganhou depois da saída do Pelé, dois Paulistas os de 1978 e 1984, muito pouco para um clube, que era referência no continente.
  Mas neste inicio da segunda década, do século XXI, a situação destas potências começou a mudar.
  Os Bulls contrataram o jovem armador Derick Rose, no draft de 2008, junto ao Memphis Tigers. Em 2008, a sua primeira temporada foi escolhido, o novato do ano e em sua segunda temporada 2009/2010, foi convocado para jogar o NBA All Star Game. A última temporada 2010/2011 levou os Bulls, ao primeiro lugar da conferência e foram, para a decisão da conferência leste, contra o Miami Heat, feito que não era alcançado desde a última temporada do Jordan em 97/98. Não conquistaram o tão cobiçado título da NBA mas, para um time que não provocava suspiros em seus fãs,  nos últimos tempos, já foi um grande passo. Depois desta temporada, por tudo que este time vivenciou com este grande astro, eles amadureceram demais e a próxima temporada promete.
  O Santos Futebol Clube por sua vez, lançou em 2009 dois garotos de sua base, o atacante Neymar Júnior e o meio campo, Paulo Henrique GansoNeymar em sua primeira partida oficial como profissional, já fez um gol em pleno Pacaembú. Levaram o Santos ao vice campeonato Paulista de 2009 perdendo para o Corinthians, em compensação no Campeonato Brasileiro o time brigou para não cair para a segunda divisão. Em 2010, a situação virou da água para o vinho. O Santos repatriou, um de seus ídolos da atualidade Robinho e se unindo com a qualidade e personalidade dos garotos Ganso, Neymar e Cia o time faturou o Paulista de 2010 e a Copa do Brasil 2010, conseguindo a vaga para a Taça Libertadores da América de 2011.
  Agora neste ano de 2011, veio a consagração final e a ascensão do Santos.     Com Neymar mais amadurecido, por tudo que ele passou na temporada 2010, e pelo seu futebol e polêmicas, levou o Santos junto com o goleiro Rafael; os laterias Léo, Jonathan e Danilo; os zagueiros Edu e Durval; os volantes Arouca e Adriano; os meias Elano e Paulo Henrique; o atacante José Eduardo e os outros jogadores reservas e comandados pelo técnico Muricy Ramalho, ao seu terceiro título da Taça Libertadores da América, o torneio mais importante das Américas.
  Em dezembro, o Santos volta a disputar o título mundial de clubes, tentará vence-lo pela terceira vez em sua história.
  E como diz o título deste artigo, “GIGANTES RENASCEM” de adormecidos, voltaram a ser noticias no mundo dos esportes novamente.

Fontes de onde foram copiadas as fotos: Sites Santos Futebol Clube e Wikipedia.